Winner takes all

Da Thinkfn
Revisão das 19h45min de 12 de março de 2010 por Incognitus (discussão | contribs)

(dif) ← Revisão anterior | Revisão atual (dif) | Revisão seguinte → (dif)

Um mercado Winner takes all é um mercado onde as recompensas por se alcançar a liderança são fortemente desproporcionadas à vantagem que se possui sobre quem não a alcança. Este tipo de mercado existe tanto para produtos como para pessoas.

Em certas ocupações, o mercado paga aos trabalhadores de acordo não com a sua performance, mas sim de acordo com a sua performance relativamente aos outros. O salário de um mecânico depende de quantos carros arranjar, mas um jogador de futebol já será pago de acordo com a sua performance relativa, face aos outros jogadores de futebol. Um mecânico eficiente ganhará ligeiramente mais, na proporção do trabalho em excesso que consegue completar em relação a um mecânico menos eficiente. Já um jogador de futebol apenas ligeiramente mais talentoso que os outros receberá uma remuneração desproporcionadamente maior. Ou seja, o diferencial entre os melhores e os piores num mercado (mecânicos) será muito menor, que o diferencial entre os melhores e piores jogadores de futebol.

Este tipo de mercados é prevalecente em negócios dominados por celebridades e no desporto. Mas esta estrutura de recompensas tem-se espalhado a cada vez mais profissões, incluindo o jornalismo, advocacia, medicina, e gestão de empresas e fundos.

Num mercado normal, as recompensas elevadas dos vencedores atrairiam mais pessoas para o mercado o que diluiria a recompensa de todos. Isso não se passa num mercado "winner takes all".

Exemplos[editar]

Existem também mercados de produtos onde este efeito se faz sentir, por exemplo mercados dominados por standards, o standard mais adoptado afasta todos os outros, porque tudo o que se interliga ao standard é dependente dele. Isto passou-se por exemplo na guerra Betamax-VHS nos antigos videos, e passar-se-á agora com os novos standards de DVD.

O mercado de sistemas operativos é igualmente dominado por uma dinâmica de "winner takes all". Os produtores de software tendem a escolher o sistema operativo dominante para possuirem um mercado mais largo, e os consumidores farão o mesmo porque é para esse sistema operativo que existe o software que procuram.

A dinâmica dos leilões online pode também considerar-se deste tipo. Os vendedores procuram o mercado onde estão os compradores, os compradores procuram o mercado onde estão os vendedores.

Em certa medida, os mercados "winner takes all" apresentam uma versão particularmente agressiva do efeito de rede.