Procurando valor - O problema do cash

Da Thinkfn
ProcurandoValor-Cash.jpg

Quando estamos a procurar valor, um dos tipos de empresas que mais surge são aquelas que transaccionam a múltiplos (EV/EBITDA, EV/Vendas, EV/FCF) muito baixos porque em vez de terem dívida líquida, têm Cash (dinheiro) nas suas contas, o que diminui consideravelmente o seu “Enterprise value”.

Isto faz sentido. Se comprássemos uma empresa por 100 000 EUR que possuisse 100 000 EUR de Cash e um negócio lucrativo, sem dívida, na prática não estaríamos a pagar nada pelo negócio.

Porém, também existe um lado negativo para as empresas que possuem muito Cash nas suas contas. Esse Cash cria uma Alavancagem negativa. Assim, se a cotação das acções subir um pouco, o preço atribuído ao negócio em si sobe muito, pelo que rapidamente fica caro. Veja-se o exemplo anterior. Se a empresa custasse 110 000 EUR, o negócio custaria 10 000 EUR. Se a empresa custasse 120 000 EUR, o negócio custaria 20 000 EUR. Ou seja, para uma subida no “custo” (cotação, capitalização bolsista) de menos de 10%, o valor atribuído ao negócio em si tinha subido 100%.

Uma outra coisa que também surge com alguma frequência, são empresas a transaccionar próximas do Cash ou mesmo abaixo deste. Neste caso, a maioria dessas empresas está a perder dinheiro, pelo que pouco adianta esta situação. Passado algum tempo, existirá menos dinheiro, logo a empresa valerá menos.

Ainda mais um fenómeno, tem a ver com empresas que possuem Cash e um negócio lucrativo. Já vimos o problema da alavancagem negativa, outro problema é que o Cash com as taxas de juro actuais provoca retornos muito baixos. Portanto, a presença de muito Cash nas contas vai enviezar os retornos apresentados por essa empresa para baixo (o ROE, por exemplo).

Também nas empresas lucrativas com muito Cash, levanta-se a questão de pensarmos porque é que a gestão da empresa não distribui pelo menos parte desse Cash aos accionistas, eliminando parcialmente o problema da alavancagem negativa e dos retornos baixos. A falta dessa atitude, por vezes pode levarnos a crer que não distribuem esse dinheiro ... porque querem ficar com ele mais tarde ou mais cedo.

Por fim, a presença de muito Cash no balanço de uma empresa também leva muitas vezes a gestão dessa empresas a fazer investimentos mal pensados, aquisições, etc, que destroem o Cash sem providenciar nada em troca.

Ou seja, nem sempre muito dinheiro representa uma boa oportunidade, e na maior parte das vezes a presença de muito dinherro não distribuído leva a que tenhamos que ter muita paciência antes que o investimento produza algum retorno decente.

Autor

Incognitus, em 19/4/2005

Comentários

Existe no fórum um tópico destinado a comentar este artigo.

Disclaimer

Este comentário é um artigo de opinião e nunca uma recomendação de compra ou venda. Alerta-se ainda que a compra ou venda é da responsabilidade do investidor bem como o lucro ou perda daí existente. O Autor pode ter, e provavelmente tem, posições nos títulos referidos neste artigo. Em caso de dúvidas, deverá o investidor procurar um intermediário financeiro, a Euronext, ou a CMVM.