Pesquisa
 

PIB

Da Thinkfn

O Produto Interno Bruto (PIB) é a soma dos valores monetários de todos os bens e serviços finais produzidos na economia doméstica, durante um determinado período de tempo, normalmente de um ano, pelos factores de produção residentes nessa economia. Ou seja, é a quantificação do valor agregado de todos os bens e serviços finais produzidos dentro do território económico do país, independentemente da nacionalidade dos proprietários das unidades produtoras desses bens e serviços – funciona como medida do desempenho global de determinada economia.

Índice

PIB nominal e PIB real

O PIB nominal permite-nos determinar o valor da produção, medido em unidades monetárias, em determinado momento do tempo, dado pelo valor agregado de todos os bens e serviços finais produzidos a preços nesse mesmo momento. No entanto, quando se procura comparar a evolução do valor da produção ao longo do tempo, importa verificar se esse valor se deve à evolução das quantidades realmente produzidas nesse período ou se é devido à evolução do preço desses bens e serviços (inflação); para isso utiliza o PIB real.

Ou seja:

O PIB nominal dá-nos o valor dos bens e serviços produzidos internamente pela economia, recorrendo-se para o cálculo das quantidades produzidas nesse período observado aos preços nesse mesmo período.

O PIB real dá-nos o valor dos bens e serviços produzidos internamente pela economia, recorrendo-se para o cálculo das quantidades produzidas no período em análise usando os preços desses bens e serviços que se encontravam em vigor num dado período de referência e assim tomado com base, isolando as alterações de preços de mercado (com se estes fossem constantes) do crescimento real do produto. Para isso utiliza-se um deflator do PIB , normalmente um índice de preços.

  • DPIB=(PIB preços correntes/PIB preços constantes)x100 <=> DPIB=(PIB nominal/PIB real)x100

Apurados ao longo de vários períodos observados os valores do PIB (nominal e real) e do DPIB, é possível determinar as taxas de crescimento dessas variáveis entre dois momentos de tempo, usando a seguinte expressão:

  • TC VARt,t-1=((VARt-VARt-1)/VARt-1)x100
    • em que:
      • TC VARt,t-1 é a taxa de crescimento da variável no ano t, relativamente ao ano t-1;
      • VARt é o valor da variável no ano t;
      • VARt-1 é o valor da variável no ano t-1

Assim, podemos chegar ao cálculo das taxas de crescimento da produção em termos nominais (e preços) pela seguinte expressão:

  • TCNt,t-1=(((PIBnominal,t–PIBnominal,t-1)/PIBnominal,t-1)×100

E ao cálculo das taxas de crescimento da produção em termos reais (e preços constantes) pela seguinte expressão:

  • TCRt,t-1=((PIBreal,t–PIBreal,t-1)/PIBreal,t-1)×100

E, por fim, podemos calcular a taxa de crescimento dos preços (inflação) pela seguinte expressão:

  • Πt,t-1= ((DPIBt–DPIBt-1)/DPIBt-1)×100

Podemos então estabelecer uma equivalência entre a taxa de crescimento nominal da produção e as quantidades produzidas de bens e serviços e a evolução dos preços desses bens e serviços analiticamente através da seguinte expressão:

  • (1+TCNt,t-1)=(1+TCRt,t-1)(1+Πt,t-1)

ou por aproximação

  • TCNt,t-1≈TCRt,t-1t,t-1

PIB e PIL

O Produto Interno Líquido (PIL) difere do Produto Interno Bruto (PIB) porque toma em consideração as depreciações do capital.

  • PIL = PIB – depreciações

PIB per capita

O PIB per capita é o valor médio do Produto Interno Bruto por pessoa. Para determinar esse valor divide-se o PIB pela população de uma determinada economia.

  • PIBpc=PIB/N
    • em que N é a população (número de pessoas) de uma determinada economia.

O PIBpc serve para medir a qualidade de vida de um país. Sendo que o facto de um país pode ter um PIB muito elevado não é sinónimo de qualidade de vida, uma vez que tal pode-se dever apenas à sua dimensão e não à riqueza da população que pode apresentar um PIBpc baixo.

Produto em diferentes ópticas

O Produto como dimensão económica pode ser medido em diferentes ópticas:

Óptica da produçao

PIBpm = (VABI+VABII +VABIII)cf+Impostos sobre importação+Impostos sobre Valor Acrescentado
  • Nacional / Interno
    • PNBpm=PIBpm+RLE
  • Líquido / Bruto
    • PNL=PNB- A
  • Preços de Mercado / Custo de factores
    • PIBpm=PIBcf+ti-Z

Óptica da despesa

  • Procura Global = Procura Interna + Procura Externa`
    • Procura Interna =C+G+I
    • Procura Externa = X
      • Procura Global = C+G+I+X

despesa Interna = Procura Global – Importações

    • Procura Global = C+G+I+X
    • Importações = M
      • Despesa Interna = C+G+I+X-M
DI =PIBpm=C+G+FBCF+Δstocks+X-M
DN=PNB

Óptica do Rendimento

  • PILcf=Salários+Juros+Rendas+Lucros
  • PILpm=Salários+Juros+Rendas+Lucros+impostos indirectos–subsídios
  • PIBpm=Remunerações+Impostos sobre a produção-Subsídios de exploração+Excedente bruto de exploração+Impostos sobre a Importação+Imposto sobre valor acrescentado

Rendimento de Equilibro (modelo keynesiano)

  • Sem estado em Economia Fechada
    • Y≈C+I
    • I≈S
  • Com Estado em Economia Fechada
    • Y=C+G+I
    • Yd=Y-T+TR
    • S=Yd+C
  • Com Estado em Economia Aberta
    • Y=DI=C+G+I+X-M
    • Yd=Y-T+TR+RLE
    • S=Yd-C

Cálculo do produto

Cálculo do produto
Despesa Interna e Nacional; Rendimento Interno e Nacional

Fórmulas

  • PIB = Consumo+Gastos+Investimentos+Exportações-Importações
  • PNB = PIB+Rendimento do exterior-Rendimento ao exterior
  • PNB = PIB+Saldo do rendimento c/ exterior
  • PNB = PNL+Amortizações
  • PIBcf = PIB-Impostos Indirectos+Subsídios
  • PNBcf = PNB-Impostos Indirectos+Subsídios
  • PNL= PNB-Amortizações
  • PNLcf = PNBcf-Amortizações
  • PIL = PIB-Amortizações
  • PIL cf = PIL+Subsidios-Impostos Indirectos
  • RN = DN = PNB
  • Rendimento Nacional Bruto = PIBpm+Saldo
  • Rendimento disponível = RN–ID–SS–Transf.
  • DI = PIBProcura Interna = C+G+I
  • Procura Global = Procura Interna+Exp.

Ver também

  • CIA World Factbook, site da CIA com informações económicas de todos os países reconhecidos diplomaticamente pelos EUA, incluindo estatísticas actualizadas do PIB de cada um desses países.

Links relevantes