Entrar / criar conta 

Pesquisa
 

Organograma

Da Thinkfn

Credita-se a criação dos primeiros organogramas ao norte-americano Daniel C. McCallum, gestor de ferrovias, no ano de 1856.

Os organogramas mostram como estão dispostas unidades funcionais, a hierarquia e as relações de comunicação existentes entre estes.

Os órgãos ou departamentos são unidades administrativas com funções bem definidas. Exemplos de órgãos:

  • Tesouraria;
  • Departamento de Compras;
  • Portaria;
  • Biblioteca;
  • Sector de Produção;
  • Gestão administrativa;
  • Direcção Técnica;
  • Secretaria;
  • etc.

Os órgãos possuem um responsável, cujo cargo pode ser chefe, supervisor, gestor, coordenador, director, secretário, governador, presidente, etc. Normalmente têm colaboradores (funcionários) e espaço físico definido.

Num organograma, os órgãos são dispostos em níveis que representam a hierarquia existente entre eles. Num organograma vertical, quanto mais alto estiver o órgão, maior a autoridade e a abrangência da actividade.

Tipos de organogramas

  • Clássicos - O organograma clássico também é chamado de vertical. É o mais comum tipo de organograma, elaborado com rectângulos que representam os órgãos e linhas que fazem a ligação hierárquica e de comunicação entre eles.
  • Não clássicos - São todos os demais tipos como abaixo:
    • Em barras - representados por intermédio de longos retângulos a partir de uma base vertical, onde o tamanho do rectângulo é directamente proporcional à importância da autoridade que o representa.
    • Em sectores (sectorial, sectograma) - são elaborados por meio de círculos concêntricos, os quais representam os diversos níveis de autoridade a partir do círculo central, onde se localiza a autoridade maior da empresa.
    • Radial (solar, circular) - o seu objectivo é mostrar o macrossistema das empresas componentes de um grande grupo empresarial.
    • Lambda - apresentam, apenas, grupos de orgãos que possuam características comuns.
    • Bandeira - apresentam grupos de orgãos que possuem uma missão específica e bem definida na estrutura organizacional, normalmente em quatro níveis.
    • Organograma Linear de Responsabilidade (OLR) - possui um diferenciador em relação aos demais organogramas, pois a sua preocupação não é apresentar o posicionamento hierárquico, mas sim o inter-relacionamento entre diversas atividades e os responsáveis por cada uma delas.
    • Informativo - apresenta um máximo de informações de diversas naturezas relacionadas com cada unidade organizacional da empresa.

Referências

  • CURY, Antonio. Organização e métodos: uma visão holística. São Paulo: Atlas, 2005. ISBN 85-224-4058-1
  • LACOMBE, F.J.M.; Heilborn, G.L.J. Administração: princípios e tendências. 1.ed. São Paulo: Saraiva, 2003. ISBN 85-02-03788-9

Ver também

Smallwikipedialogo.png

Esta página usa conteúdo da Wikipedia. O artigo original estava em Organograma. Tal como o Think Finance neste artigo, o texto da Wikipedia está disponível segundo a GNU Free Documentation License.