Contango

Da Thinkfn

Contango é um termo usado no mercado de futuros para descrever uma curva a prazo com inclinação ascendente (como na curva de rendimentos normal). Diz-se que uma curva com estas características está "em contango".

Formalmente, é a situação em que (e o montante pelo qual) o preço a prazo de uma commodity excede o seu preço à vista, ou os preços para os prazos mais afastados excedem os preços para os prazos mais próximos.

A condição de mercado oposta ao contango é designada como backwardation.

Ocorrência

O contango é normal para uma commodity não perecível que tem um custo de posse. O custo de posse inclui taxas de armazenamento mais o juro prescindido pelo empate de capital, menos qualquer rendimento obtido de um leasing da commodity, se possível (por exemplo, ouro).

O contango não deve exceder o custo de posse, porque quando o excede surge uma oportunidade de arbitragem. Tanto os produtores como os consumidores, podem comparar o preço do contrato de futuros contra o preço à vista mais o armazenamento, e escolher o melhor. Os arbitragistas também podem vender um e comprar o outro obtendo um lucro isento de risco (ver pricing racional).

Quando se verifica escassez de uma commodity a curto-prazo, o contango pode diminuir ou mesmo inverter para um estado chamado backwardation. Nesse estado, os preços para prazos mais próximos tornam-se maiores do que os preços para prazos mais afastados (os dos futuros) porque os consumidores preferem ter os produtos mais cedo do que mais tarde (ver convenience yield) e porque existem poucos detentores da commodity que, por sua vez, podem fazer um lucro de arbitragem vendendo à vista e recomprando o futuro.

Um mercado em backwardation acentuada (isto é, um mercado com um prémio acentuado para matérias com entrega imediata) indica frequentemente que existe a percepção de uma escassez da commodity subjacente. Pela mesma ordem de ideias, um mercado em contago acentuado pode indicar que existe a percepção de um excesso de oferta da commodity.

Alguns acreditam que em 2005 e 2006 o mercado de petróleo estava em contango devido à percepção de uma escassez futura da oferta. Muitos hedge funds podem ter aproveitado a oportunidade de arbitragem comprando petróleo à vista, vendendo um contrato futuro e simplesmente armazenando o petróleo para entrega futura.[1] Em resultado, foi estimado que um prémio de talvez $10-20 por barril foi acrescentado ao preço à vista do petróleo. Se foi este o caso, o contango pode ter acabado quando se esgotou a capacidade global de armazenamento de petróleo. No entanto, como os preços do petróleo e da gasolina continuaram a subir entre 2007 e 2008 esta prática tornou-se tão controversa que, em Junho de 2008, a Commodity Futures Trading Commission (CFTC), a Reserva Federal (Fed) e a Securities and Exchange Commission (SEC) decidiram criar grupos de trabalho para investigar se a prática realmente ocorreu.[2]

Para commodities perecíveis, as diferenças entre prazos de entrega próximos e afastados não são um contango. Neste caso, contratos para datas de entrega diferentes são como contratos para commodities diferentes, dado que ovos frescos hoje não estarão frescos daqui a seis meses, ou que bilhetes do tesouro a 90 dias terão atingido a maturidade, etc.

Origem do termo

O termo "contango" teve origem na Inglaterra em meados do século XIX, e acredita-se que seja uma deturpação de continuation, continue ou contingent.[3] No passado da Bolsa de Londres (LSE), contango era uma taxa paga pelo comprador ao vendedor quando pretendia atrasar a liquidação da transação combinada. A comissão era baseada no juro de que o vendedor prescindia ao não receber o pagamento.

O objectivo era normalmente especulativo. A liquidação ocorria em dias fixos (como por exemplo a cada duas semanas) e um especulador que tivesse comprado não precisava de receber a entrega e pagar até ao dia da liquidação, e nesse dia podia fazer a passagem (carry over) da sua posição para o contrato seguinte pagando a taxa de contango. Esta prática era comum antes de 1930, mas o seu uso decresceu continuamente após, em particular depois de serem reintroduzidas as opções em 1958. Era uma prática comum em algumas bolsas, como a Bolsa de Bombaim (BSE) onde ainda hoje é designada por badla.

Esta taxa era semelhante, em carácter, ao significado actual do contango, isto é, a entrega futura custa mais que a entrega imediata e a diferença representa o custo de posse do possuidor.

Notas

  1. Davidson, Adam (24 Ago 2006). Analyst: Blame Investors for High Gas Prices (em inglês). npr.org.
  2. Mandaro, Laura (10 Jun 2008). CFTC to probe energy speculation with Fed, SEC (em inglês). The Wall Street Journal marketwatch.com.
  3. Contango (em inglês), dictionary.com

Referências

  • Encyclopedia Britannica, 11ª ed. (1911) e 15ª ed. (1974), artigos Contango and Backwardation e Stock Market.

Ver também