CDS

Da Thinkfn
Lista de preços de CDS para um conjunto de países em 7/12/2008

Um Credit Default Swap (CDS) é um instrumento financeiro geralmente OTC (não cotado) utilizado pelos participantes no mercado de renda fixa (obrigações) para especular ou fazer hedging contra o risco de uma empresa (doravante referida como a Entidade de Referência) entrar em incumprimento na sua dívida (risco de crédito).

Cada transacção de um CDS envolve duas contrapartes - um comprador de protecção na entidade de referência, e um vendedor de protecção na entidade de referência. Essencialmente o comprador da protecção fica "curto" quanto ao risco de crédito da entidade de referência - ele está a apostar que a entidade de referência entrará em incumprimento durante a duração do CDS ou pelo menos esse risco de incumprimento aumentará; o vendedor da protecção fica "longo" quanto ao risco de crédito da entidade de referência - ele está a apostar que durante a duração do contrato CDS (tipicamente 5 anos), a entidade de referência não incumprirá ou o seu risco não aumentará.

Montante

Os CDS são tipicamente comprados em blocos de 10 milhões de dólares - ou seja, o comprador compra protecção em 10 milhões de dólares de dívida da entidade de referência. Consoante os termos do contrato entre o comprador e vendedor da protecção, o comprador irá pediodicamente (tipicamente, anualmente) efectuar um pagamento pela protecção ao vendedor da protecção. Este montante é normalmente determinado em basis points. Cada basis point representa 1/100 de 1% de 10 milhões de dólares, ou seja um contrato CDS que custe "100 bps" resulta no comprador da protecção ter que pagar 100 000 dólares por ano ao vendedor da protecção. O vendedor da protecção recebe estes pagamentos em troca da garantia de enviar, em caso de incumprimento pela entidade de referência, o valor nocional do CDS (10 milhões de dólares) menos aquilo que for eventualmente recuperado na dívida em incumprimento.

Para uma taxa de recuperação de 40%, o comprador de protecção obteria um pagamento de 6 milhões de dólares em caso de incumprimento. Esta taxa pode ser estimada antes de existirem números finais.

Risco

Embora um CDS pareça ser uma potencial forma de eliminar risco, neste caso o risco de crédito da entidade de referência, o CDS também introduz risco. O risco introduzido pelo CDS é o risco de contraparte sobre o vendedor do CDS, ou seja, o comprador fica com o risco de que o vendedor não cumpra as suas obrigações, em caso de falência da entidade de referência.

Ver também

Links relevantes