Arbitragem da France Telecom

Da Thinkfn
LogoFT.jpg

Os últimos dias viram surgir um fenómeno bastante raro nos dias de hoje. Uma discrepância enorme no valor de duas acções iguais cotadas em mercados diferentes.

Isso está a acontecer desde 23 de Maio de 2006, e refere-se aos ADSs da France Telecom (cotados na NYSE) quando comparados à acção France Telecom cotada na Euronext.

Ao fecho de Sexta-Feira, a acção estava a 17.10 Euros, com o EUR/USD a 1.2750, e o ADS fechou a $22.65.

Ora, 17.10 x 1.2750 = $21.80, ou seja, a acção France Telecom na Europa estava cerca de 3.9% mais barata do que o ADS da France Telecom na NYSE.

Isto não se deve ao ex-dividend, pois o ADS ficou ex-dividend em 5 de Maio de 2006, e a acção ficou ex-dividend em 10 de Maio. Além de que regra geral, o ADS fica ex-dividend mais cedo, ou seja nunca poderia ser responsável por uma sobrevalorização do ADS face à acção.

Uma primeira explicação tem a ver com o facto de até Sexta-Feira, não existir nos EUA papel disponível para empréstimo e venda curta de FTE. Assim, a discrepância acima assinalada foi ainda maior até Sexta. Mas a partir de Sexta passou a estar disponível papel e ainda assim a ineficiência não foi eliminada.

Aqui surge uma outra explicação: Segundo o Bank of New York, devido a algumas formalidades não é possível comprar France Telecom na Europa e converte-las em ADSs para venda posterior nos EUA, ao contrário do que é normal. Portanto, embora exista uma ineficiência óbvia o mercado não tem ao seu dispor todos os mecanismos para a eliminar rapidamente, estando agora dependente da acção dos detentores de ADSs, que perante esta ineficiência da qual poderão não estar conscientes, deveriam vender massivamente o ADS e comprar FTE na Europa.

Assim, fica pelo menos o alerta para quem detenha ADSs, que pode fazer sentido vende-los e comprar FTE na Europa, e para quem acredite na eficiência do mercado faz sentido vender curto FTE na NYSE e comprar FTE na Euronext, esperando que rapidamente o mercado encontre o seu equilíbrio. De notar que este tipo de diferenças não existe em outras telecoms como a Deutsche Telekom ou Vodafone, também disponíveis com cotação nos EUA.


Autor

Incognitus, em 24/5/2006

Comentários

Existe no fórum um tópico destinado a comentar este artigo.

Disclaimer

Este comentário é um artigo de opinião e nunca uma recomendação de compra ou venda. Alerta-se ainda que a compra ou venda é da responsabilidade do investidor bem como o lucro ou perda daí existente. O Autor pode ter, e provavelmente tem, posições nos títulos referidos neste artigo. Em caso de dúvidas, deverá o investidor procurar um intermediário financeiro, a Euronext, ou a CMVM.