Running the stops

Da Thinkfn
Revisão das 13h12min de 22 de outubro de 2008 por Incognitus (discussão | contribs)

(dif) ← Revisão anterior | Revisão atual (dif) | Revisão seguinte → (dif)

Running the stops, ou correndo os stops, é uma táctica por vezes aplicada no mercado que consiste em, em momentos de baixa liquidez, variar fortemente a cotação de um activo de forma a fazer despoletar os stops existentes.

Esta táctica é particularmente segura para quem a pratica se os stops forem conhecidos ou determináveis. Nesse caso o operador que inicia a corrida primeiro calcula quanto papel terá que "dar" ao mercado para atingir o stop, e depois verifica se os stops existentes chegam para recomprar esse papel ou uma quantidade próxima. Se chegarem ele executa a manobra obtendo um lucro garantido numa espécie de arbitragem.

Exemplo[editar]

Fig.1. Exemplo
Vamos considerar o exemplo ilustrado na Figura 1, onde está retratado um livro de ordens do lado da compra, com várias compras de 30.25 a 29.90, e um stop de 5000 acções a 30. Um market maker ou um especulador com este conhecimento pode "correr os stops" da seguinte forma:
  1. Coloca uma ordem de compra de 5100 acções a 29.95;
  2. Vende 5100 acções de até 29.95;

O que acontecerá será:

  1. O especulador vende as acções que estão no sistema a 30.25, 30.20, 30.15, 30.10, 30 e ainda 100 a 29.95. A sua média de venda ao mercado é de 5000 acções a 30.135;
  2. O efectuado das últimas 100 acções a 29.95 faz disparar o stop das 5000 acções;
  3. O especulador compra essas 5000 acções a 29.95 com a ordem de compra que tinha posicionado previamente.
  4. O especulador realiza um lucro sem risco de (30.135 x 5000 - 29.95 x 5000) = 925 EUR.

Formas de determinar os stops[editar]

Existem alguns momentos em que os stops são determináveis:

  • Os especialistas possuem uma visão dos stops colocados no mercado;
  • Cada broker conhece os stops colocados junto de si;
  • Em determinados períodos (pre-market, pre-close, leilões) é possível testar o mercado para determinar a presença de stops.

Riscos para o especulador[editar]

Ordens do tipo Ordem iceberg ou aparentes podem iludir o especulador quanto à verdadeira quantidade de acções que se encontra a comprar no livro de ordens.

Para quem deseja evitar, o que fazer?[editar]

Para quem pode seguir o mercado a tempo inteiro e deseja usar stops, a melhor solução - adoptada por muitos traders - é usar stops mentais, ou seja, não colocar os stops no sistema de negociação.

Contribuíram para este artigo[editar]

Especial:Contributors/Running the stops